sexta-feira, 29 de março de 2013

A Morte de Ruadan


A Morte de Ruadan

 Nas vésperas da Batalha de Moytura, os Fomoire para observarem o que os Tuatha Dé estavam tramando, enviaram Ruadan – filho de Brés e Brigit -, pois ele era filho e neto de uns dos Tuatha Dé, e, portanto, eles não perceberiam. Ruadan relata para os Fomoire o trabalho dos três homens de arte: Goibniu, Luchtaine e Credne, contando também que se alguns dos guerreiros forem feridos em batalha, eles recuperariam sua saúde no Poço que os curandeiros fizeram.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Feliz Latha na Cailleach!

 Abaixo, um ritual para vocês celebrarem o Latha na Cailleach (o Dia de Cailleach). Foi feito pensando em um grupo, mas você pode adaptá-lo se celebrar sozinho. Clique aqui para ver o arquivo. Feliz Latha na Cailleach!

terça-feira, 19 de março de 2013

A Segunda Batalha de Magh Tuired


A Segunda Batalha de Magh Tuired

 Após Nuada perder seu braço na Primeira Batalha de Magh Tuired, Brés assume o reinado da Irlanda e se torna um rei tirando. Os grandes Deuses como Ogma e Dagda são reduzidos a escravos, a serviço de Bres. Ficou uma situação insuportável para todos os Deuses, e o conflito teve seu pico quando o poeta Cairpre visita Brés e é maltratado por ele. Os Tuatha Dé então se reúnem com Bres, pedindo-lhe para que a situação melhore, e Brés pede por mais sete anos de reinado, dizendo que faria com que as coisas melhorassem.

A Chegada dos Tuatha Dé Danann


A Chegada dos Tuatha Dé Danann

 Antes de chegarem na Irlanda, os Tuatha Dé Danann – uma tribo de deuses formidáveis associados às artes e ao conhecimento – viviam nas Ilhas ao norte do mundo. Lá, eles aprendiam com os mestres das quatro ilhas as artes, a magia e a feitiçaria. Na ilha de Falias, o feiticeiro-chefe era Morfesa, e de lá veio a Pedra de Fál, que agora está em Tara.

O Dagda e Ní Indech


O Dagda e Ní Indech

 Após a visita do Dagda ao território dos Fomoire, ele caminhava em direção à praia de Eba, com sua grande barriga devido ao fato dele comer aquela grande quantidade de mingau que havia sido preparada para Ele. O Dagda mal conseguia andar. Conforme andava, ele viu vindo em sua direção uma linda jovem com belas tranças.

A Clava Mágica do Dagda


A Clava Mágica do Dagda                            

 Cermait Milbél, um dos filhos do Dagda, foi morto pelo deus Lugh em um combate, pois Cermait se deitou com a esposa de Lugh: Buach, filha de Daire Donn. Com seu grande conhecimento, o sábio Dagda espalhou franco-incenso, mirra e outras ervas pelo corpo de Cermait e o pegou em suas costas, caminhando para o Leste do Mundo a fim de encontrar uma cura para seu filho.

O Dagda perde o Brugh na Boinne


O Dagda perde o Brugh na Boinne

 Quando os Filhos de Mil tomaram a Irlanda na Batalha de Tailtiu, os Tuatha Dé Danann tiveram que fugir para dentro das colinas, e o Dagda, como seu Rei, dividiu as terras entre eles. Os três grandes Deuses: Lugh ficou com Sidh Rodrubán, Ogma ficou com Sidh Aircelltraí e o Dagda ficou com Sidh Leithet Lachtmaige, Oí Asíd, Cnoc Báine, Brú Ruair e Sidh in Broga. Os Tuatha Dé Danann ficaram furiosos com a conquista dos Filhos de Mil, e por isso, destruíam suas colheitas e azedavam o leite de suas vacas.

Ainge e Gaible


Ainge e Gaible

 Devido a uma goteira que acontecia em sua casa quando a maré estava alta, o Dagda fez para sua filha Ainge um grande barril de madeira, para que o barril não deixasse cair uma única gota no chão, porém, Ainge não ficou satisfeita com o barril que seu pai preparou para ela. Ainge então recolheu um feixe de galhos de cada tipo de árvore para fazer um barril para ela mesma, mas Gaible o Pálido, filho do deus Nuada (ou em alguns casos, de Ethedeon), quem amava muito Ainge, roubou os galhos e arremessou longe. No lugar onde os galhos caíram, cresceu uma linda floresta conhecida como “Floresta de Gaible”.

Fontes: GREGORY, Lady. “Gods and Fighting Men”, 1904. “Os Métricos Dindshenchas, Volume II”, traduzido e publicado por Edward Gwynn.

A Morte de Aed


A Morte de Aed

 Uma vez, Corrgenn, um grande homem de Connacht, e sua esposa foram visitar o Dagda. Chegando lá, Corrgenn percebeu que havia algo entre sua esposa e Aed, o filho do Dagda. Ficando com muita raiva e ciúmes, Corrgenn foi para cima de Aed e o matou na frente do Dagda.

A morte de Cridenbél


A Morte de Cridenbél

 Quando o deus Brés assumiu o reinado da Irlanda ele se tornou um tirano, permitindo que os três reis Fomoire, Elatha, Tethra e Indech, colocassem um imposto na Irlanda, para que não saísse fumaça das chaminés. Em seu reinado, os Grandes Deuses Ogma e Dagda foram reduzidos à escravos:

O Dagda e a Morrígan


O Dagda e a Morrígan

 Uma semana antes de Samhain, o Dagda foi até sua casa em Glenn Etin, ao Norte da Irlanda, e lá se encontrou com uma mulher com nove tranças. O rio Unius de Connaught rugia ao sul do lugar. A mulher estava então se banhando no rio, com um pé em Allod Echae, no sul das águas, e o outro em Loscuinn, no norte das águas. A mulher que o Dagda se encontrou era a Terrível Morrígan.

A Visita do Dagda aos Fomoire


A Visita do Dagda aos Fomoire

 O deus Lugh enviou o poderoso deus Dagda para espionar os Fomoire nas Vésperas da Batalha de Moytura, a fim de atrasá-los até os Homens da Irlanda chegarem para a Batalha. Quando o Dagda chegou lá, ele pediu por uma trégua, e lhe foi dada. Os Fomoire então, com o objetivo de zombar Dele, resolveram fazer um grande mingau para o Dagda, pois todos sabiam do amor do Dele por mingau.

O Nascimento de Óengus


O Nascimento de Óengus

 O deus Elcmar do Brugh na Boinne tinha como a esposa a deusa Boann, também conhecida como Eithne. Boann era uma deusa de excelente beleza, e o poderoso Dagda quando a viu, quis ter uma união carnal com ela. Boann, no entanto, recusou, temendo o grande poder de seu marido Elcmar.